14 de julho de 2017

Eii pessoal, tudo bem? Sou Ana Abreu (@anaapelomundo), a mais nova colaboradora do Blog para filmes e vou começar com o filme Que mal eu fiz a Deus?

Deixa eu me apresentar primeiro. Tenho 24 anos, também sou de Itajubá e conheci a Andreza quando tinha 14. Desde novinha sempre fui aficionada por filmes.

Meu programa de fim de semana com minha família não era ir ao parquinho, mas alugar fita VHS na locadora! Séries também são outra paixão… Comecei a assistir Friends aos 5 anos de idade e não parei até hoje! 

Sou canceriana (sim, manteiga derretida, sonhadora, sempre buscando o lado bom das pessoas), formada em Relações Internacionais e especializada em Direito Internacional. Meus hobbies prediletos são assistir filmes/séries, ler e viajar! Masss não estamos aqui para falar de mim, mas sim de filmes e vou fazer o meu melhor para dar dicas boas e variadas a vocês.

Vamos ao Filme?

Vamos começar as indicações de filmes com uma comédia francesa deliciosa! “Que mal eu fiz a Deus?” (“Qu’est-ce qu’on a fait au Bon Dieu?” no original) estreou em 2014 e faz uma sátira aos conservadores ao tratar explicitamente o tema preconceito.

O enredo se baseia em um casal francês católico conservador que tem 4 filhas e sofre com a escolha de casamento das três primeiras.

As mais velhas se casaram com homens de diferentes nacionalidades e religiões (um chinês, um muçulmano e um judeu), de modo que cada encontro familiar é regado a muitos comentários ofensivos e um esforço tremendo de cada irmã para manter um clima agradável.

Apesar de desiludidos com os casamentos das filhas, o os pais tentam manter as aperências (sem muito sucesso rs) e depois de muita confusão em família finalmente se consegue estabelecer um pouco de paz entre os maridos, que concordam em passar a se respeitar.

No entanto, a paz dura pouco… Só até a caçula anunciar seu noivado a um católico. Seus pais não poderiam estar mais felizes e orgulhosos da escolha de sua filha mais nova – até conhecerem o rapaz e descobrirem que seu noivo é africano! E daí em diante é para rolar de rir.

Por que vale a pena Assistir?

A história da Família Verneuil mostra a realidade de muitos casamentos atuais nesse mundão globalizado e é engraçada por exagerar nas rixas que podem existir entre as diferentes culturas retratadas no filme (que, infelizmente, podem ser realidade no mundo real) e mostrar sem reservas os preconceitos de um casal conservador.

Estamos falando aqui de um filme para relaxar com a família, namorido ou amigos que não é nenhuma superprodução de qualidade artística ou para profunda reflexão, mas que atende ao propósito a que veio: divertir os espectadores de maneira leve e despretensiosa (juro que você já começa a dar risada só de assistir o trailer!). E vale ressaltar que apesar de tratar sobre o preconceito, ao final do filme as mensagens que ficam são de amor e de respeito <3

Beijos e até semana que vem!

Escova Michel Mercier - 728x90 - 2