11 de setembro de 2017

Uma poesia é sempre muito bem vinda, independente do lugar que você esteja, seja em casa, na rua ou no escritório. Os versos simples que de certa forma chamam nossa atenção, trazem consigo significados ainda maiores. O ato de criar rimas com um valor sentimental existe há muito tempo e vem se desenvolvendo cada vez mais, aprofundando na literatura nacional, diversos escritores vem ganhando cada vez mais reconhecimento em seu trabalho.

Pensando nisso, separei dois livros de poesia no qual eu gosto muito e ambos foram escritos por autores nacionais, para compartilhar um pouquinho com vocês.

// PÓ DE LUA | CLARICE FREIRE

Um livro escrito para “Diminuir a gravidade das coisas” assim como a própria autora escreveu no verso, contém um estilo bem diferente: poesias escritas e ilustradas a mão, feitas com uma dinâmica bem divertida de ler que consiste em ilustrar as palavras com desenhos e significados.

Os versos do livro são separados pelas quatro fases da lua: Minguante, Crescente, Nova e Cheia, onde cada capítulo representa em um estado emocional de espírito, algo que podemos ver com clareza em relação aos escritos.

A publicitária Clarice Freire nasceu no Recife, em 1988, e desde muito cedo aprendeu a usar as palavras para acalmar suas inquietações. Cresceu admirando desenhos em lápis de cor da mãe e os versos do pai, Wilson (parceiro do compositor Antônio Nóbrega). Uma noite, ouviu falar que a lua era bela porque, mesmo sendo só areia, deixava refletir a luz de outro, e por isso as noites não são escuras. Daí veio a inspiração para o nome de sua página no Facebook, Pó de lua (www.facebook.com/podelua), criada em 2011.

A simplicidade nas palavras de Clarice foi algo que conquistou milhares de pessoas, tanto que ela lançou sua segunda edição da obra na Bienal do Livro de São Paulo do ano passado!

O sucesso foi tão grande, que a autora ganhou um site para seu livro diretamente da Editora Intrínseca, onde compartilha as novidades e também mantém um blog literário.

http://www.intrinseca.com.br/podelua/

Como não se apaixonar por um livro assim, não é mesmo?



// FAÇA AMOR, NÃO FAÇA JOGO | IQUE CARVALHO

Já em sua terceira edição, o livro Faça Amor, Não Faça Jogo trás um ponto de vista bem pessoal. Logo de início, Ique expressa à opinião: Viver a plenitude do amor é o desejo senão de todas, ao menos da maioria das pessoas. Onde vemos que o livro realmente mostra sua essência e um pouco da sua vida, com todos os altos e baixos.

De uma forma bem divertida, ele relata em suas poesias diversas partes de seu amor, brigas, momentos felizes que gostaria de viver novamente e muitas opiniões sinceras sobre coisas que lhe incomodam.

Ique Carvalho nasceu em 1980, em Belo Horizonte”. Cursou psicologia na Fumec (MG). Após três anos de incertezas, decidiu abandonas o curso após uma professora ler seu texto e lhe dizer emocionada: “Você não é Psicólogo”. Você é Escritor. Formou-se em Publicidade e Propaganda e abriu sua própria agência de arte em 2009.

Criou um blog em 2010, mas em 2013 sua vida e seu blog tiveram uma grande revira volta: na mesma semana que viveu o fim de um relacionamento, seu pai recebeu o diagnóstico de uma doença degenerativa grave e irreversível. Começou a partir daí, a contar histórias no blog, sobre amor, vida, seu pai. “Milhares de pessoas se identificaram, fazendo com que seu trabalho crescesse rapidamente.”

Uma obra que realmente fala de amor com toda sinceridade possível, não apenas das belezas de se viver um grande romance, ou algo do tipo.

Espero que vocês tenham gostado das indicações e lembrem-se, Poesias são para ser sentidas, não entendidas! Haha

Caso queiram adquirir as edições:

Faça Amor, Não Faça Jogo | https://www.saraiva.com.br/faca-amor-nao-faca-jogo-8161159.html

Pó de Lua | https://www.saraiva.com.br/p-de-lua-7815386.html

Um abraço, até semana que vem!



Escova Michel Mercier - 728x90 - 2