16 de fevereiro de 2020

Recentemente eu falei sobre Osteopatia nos meus Stories e percebi que alguns de vocês tiveram curiosidade e não conheciam muito.

Para quem não sabe eu também sou fisioterapeuta, porém a minha área de atuação até 2015 era a fisioterapia dermatofuncional e na época da Faculdade eu conheci um pouco sobre terapias manuais, nada aprofundado, mas já conhecia e admirava.

Quando comecei a ter um bursite no quadril, que me deixou meio “travada” por alguns meses comecei a recorrer para cuidados não tão agressivo ( não tenho o hábito de tomar remédios e evito ao máximo) e foi aí que uma outra fisioterapeuta me indicou uma amiga Osteopata.

Só para vocês terem ideia eu sentia uma dor super intensa bem em cima da cabeça do fêmur do lado direito, bem na pontinha do quadril mesmo, que irradiava para todo o bumbum do lado direito e um pouco para a coxa direita.

Durante a minha movimentação eu não sentia praticamente nada, as vezes um incomodo leve, porém ao ficar sentada ou deitada, a sensação era de algo enfiado no quadril. Dor intensa, aguda, latejante.

Eu tive que deixar de fazer kickboxing, evitei viagens e começou a ficar difícil as atividades de vida diária. Inclusive, ficar aqui sentada escrevendo como estou nesse momento.

É neste momento que a Osteopatia entra…

Então, vou passar a voz para a Dra Estela Dabliogo Barbosa

A Osteopatia foi criada nos Estados Unidos, pelo Dr Andrew Taylor Still em 1874 e baseia sua abordagem em estudos aprofundados de anatomia e fisiologia.

No Brasil, a Osteopatia é uma especialidade da Fisioterapia, na qual consiste em um diagnóstico diferencial que é capaz de tratar e ajudar a aliviar dores e desconfortos.

Além disso, ela pode auxiliar na correção das disfunções do corpo e alterações orgânicas de maneira geral, e pode ajudar também na recuperação de lesões articulares e musculares, tudo isso sem o auxílio de medicamentos e processos cirúrgicos“.

O Tratamento Osteopático

A Osteopatia se enquadra dentro da medicina alternativa, visto que os seus princípios são diferentes dos da medicina convencional.

O tratamento osteopático, considera a capacidade de recuperação e autocura do corpo (capacidade do próprio corpo de se curar).

Através de técnicas manuais em músculos, ligamentos, fáscias, estruturas vasculares, vísceras e tecidos neurais, a Osteopatia tem o objetivo de devolver a função das estruturas e sistemas do corpo“.

Como funcionou para mim?

Fiz a primeira sessão com a Dra Estela na Clínica Bem Estar, logo na primeira sessão após ver os meus exames e me avaliar.

Confesso que de cara eu já senti um super alívio que só foi aumentando ao longo dos dias, após 15 dias estava completamente aliviado.

Claro que sou super AZARADA, como a maioria das pessoas e acabei tendo uma queda super besta aqui em casa e cai de que lado? Do lado do quadril direito.

Agora já estou totalmente curada da Bursite e a Dra Estela conseguiu me sarar por completo, não foi fácil, mas já posso voltar para a minha rotina.

Se você aí está sentindo que seu corpo não está “funcionando” como você gostaria, que tal procurar um OSTEOPATA?

  • Aqui em Itajubá te indico a Dra Estela Dabliogo Barbosa.
  • Clínica Bem Estar – Avenida BPS, 61 – Centro – Itajubá, MG
  • Telefone e WhatsApp para agendamento e dúvidas (35) 988023632